Mosteiro Trapista - Nossa Senhora do Novo Mundo
 
Menu
 
 

Untitled Document



Padre Romano Botegal

      Romano nasceu no dia 28 de dezembro de 1921 em San Donato de Lamon, na província de Belluno, na Itália, numa família muito simples. Seu pai emigrou para a Austrália, levando junto consigo dois dos irmãos mais velhos. Aos doze anos, ingressou no seminário menor e aos 17 fez um voto privado de castidade perpétua. Foi ordenado sacerdote no dia 29 de junho de 1946 e no dia 15 de agosto do mesmo ano, ingressou na Abadia Trapista de Ter Fontane, em Roma. Aí emitiu os votos solenes em setembro de 1951. Desempenhou diversos cargos na comunidade, entre eles os de prior, mestre de noviços e mestre de coro. Todavia, sentia-se muito atraído a uma vida de maior solidão e silêncio, desejo este que se concretizou na década de 1960, quando recebeu de seus superiores a permissão para levar a vida eremítica no Líbano. Após três anos, regressou a Itália e obteve da Santa Sé um indulto permanente autorizando-o a levar a vida eremítica no Líbano. Sua vida era caracterizada por uma grande austeridade e simplicidade, que impressionava a todos que o visitavam. Nunca aceitou troar sua simples ermida por outra, de melhor condição, afirmando estar dando um testemunho de paz e de reconciliação em meio ao povo muçulmano. Veio a falecer, vitimado pela tuberculose, a 19 de fevereiro de 1978.

Veja também:

 São Rafael Arnáiz Barón   Beata Maria Gabriela Sagheddu
   Beato Marie-Joseph Cassant   Beato Cipriano Miguel Tansi   Os Sete Mártires de Atlas