Mosteiro Trapista - Nossa Senhora do Novo Mundo
 
Menu
 
 

 Untitled Document

HOSPEDARIA


Hospitalitatem nolite oblivisci: per hanc enim latuerunt quidem angelis hospitio receptis. (Hb 13,2).

Omnes supervenientes hospites tamquam Christus suscipiantur. (RB 53,1).

Artigo 

       Todo mosteiro, segundo as circunstâncias de lugar e de tempo, mantenha a tradição de receber os hóspedes e os pobres como o Cristo. Recebam os irmãos com bondade e reverência todos aqueles que a divina providência conduz ao mosteiro, porém que a paz monástica não sofra prejuízo por este serviço. (Constituições OCSO, n° 30)

       A acolhida dos hóspedes sempre gozou de grande estima dentro da espiritualidade monástica. Mesmo nos inícios do monaquismo, nos sécs. III e IV, quando os cenóbios se localizavam em regiões distantes e de difícil acesso, a acolhida fraterna dos visitantes e peregrinos – bastante frequentes, a se considerar os relatos de viajantes que chegaram até nós (cf. A Peregrinação de Etéria, etc) – já possuía um caráter tradicional.

       Esta tradição jamais esmoreceu. Seja como lugares de descanso e reabastecimento – na falta de melhores acomodações disponíveis - , seja como centros de peregrinação, as hospedarias dos mosteiros sempre foram bastante procuradas. Atualmente elas servem como locais para retiros espirituais, tanto individuais quanto em pequenos grupos, partilhando com aqueles que as procuram um pouco da espiritualidade contemplativa de suas comunidades.

hospedariatrapista@gmail.com


  • Como marcar o seu retiro

    Nossa comunidade monástica, através do serviço de hospedagem, intenta ajudar aqueles que veem ao mosteiro a terem uma experiência de oração mais profunda. Assim, o período de hospedagem constitui um tempo para encontrar-se consigo e com Deus.

    A simplicidade, tanto dos prédios, como na alimentação e na vivência do dia é uma característica em nosso Mosteiro. A participação no Ofício Divino (liturgia das Horas), na Santa Missa, o ambiente de silêncio e recolhimento, são os meios que disponibilizamos durante o tempo de hospedagem (não temos um programa fixo de retiros, com conferências e um orientador).

    Acolhemos homens e mulheres para retiros por um período de um a cinco dias (de terça-feira pela manhã até Domingo após o almoço). Nossa capacidade é de no máximo quatorze pessoas. Temos doze quartos: dez são individuais e há um banheiro (corredor) para cada dois ou três quartos e dois quartos são duplos.

    Apresentamos como sugestão da contribuição pela diária por pessoa o valor de R$ 75,00.

    A contribuição contempla a estadia, alimentação e roupas de cama e banho. Os monges preparam o almoço; quanto ao café-da-manhã e jantar, são realizados no refeitório da hospedaria e preparados pelos próprios hóspedes (nós fornecemos os alimentos a serem preparados).

    A contribuição pode ser feita com dinheiro, cheque ou cartão.

    Para fazer uma reserva conosco, basta sugerir algumas datas de seu interesse no nosso e-mail hospedariatrapista@gmail.com.

  • Como chegar ao Mosteiro a partir do Aeroporto Afonso Pena

    Chegando ao aeroporto Afonso Pena, procure o ônibus executivo que vai do aeroporto à rodoviária de Curitiba. O trajeto leva aproximadamente 40 minutos.

    Na rodoviária de Curitiba, dirija-se ao guichê da Viação Planalto ou Viação Ouro e Prata. Há poucos horários diários de ônibus direto para Campo do Tenente, a cidade de nosso Mosteiro. Caso não haja ônibus direto, peça ao atendente uma passagem até o Auto Posto Nuele 2, no trevo de Campo do Tenente. Todos os ônibus que vão para Rio Negro, Mafra ou norte de Santa Catarina passam por ali. O próximo passo é chamar um táxi. O taxista que atende o nosso Mosteiro é o Sr. Mário e seu telefone é (41) 8891-8492 ou (41) 8429-3382.

    Maiores esclarecimentos pelo e-mail hospedariatrapista@gmail.com.

  • Como chegar ao Mosteiro a partir da Rodoviária de Curitiba

    Na rodoviária de Curitiba, dirija-se ao guichê da Viação Planalto ou Viação Ouro e Prata. Há poucos horários diários de ônibus direto para Campo do Tenente, a cidade de nosso Mosteiro. Caso não haja ônibus direto, peça ao atendente uma passagem até o Auto Posto Nuele 2, no trevo de Campo do Tenente. Todos os ônibus que vão para Rio Negro, Mafra ou norte de Santa Catarina passam por ali. O próximo passo é chamar um táxi. O taxista que atende o nosso Mosteiro é o Sr. Mário e seu telefone é (41) 8891-8492 ou (41) 8429-3382.

    Maiores esclarecimentos pelo e-mail hospedariatrapista@gmail.com.

  • Nossa localização

    Mapa no Google Maps.

    Coordenadas para o GPS: S 25º57'17.35, O 49º43'27.68